Ocorrência e Controle do Estresse em Gestantes Sedentárias e Fisicamente Ativas

Por: Luciana Segato.

Revista da Educação Física - UEM - v.20 - n.1 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Com o objetivo de investigar a ocorrência e controle do estresse em gestantes sedentárias e fisicamente ativas, 30 gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde/São José/SC responderam a Escala de Estresse Percebido, questões referentes às fontes, estratégias de controle do estresse e nível de atividade física. A análise dos dados utilizou estatística descritiva e inferencial. Verificou-se que 66,7% das gestantes são sedentárias e 93% apresentaram elevados níveis de estresse proveniente de fontes intrínsecas à gestação (alterações corporais e parto) e extrínsecas (problemas familiares e financeiros). As estratégias de controle do estresse foram semelhantes entre os grupos, sendo que as ativas incluem significativamente mais a prática de atividade física que as sedentárias. Embora a atividade física não esteve relacionada com menores níveis de estresse, diferenças entre os grupos foram encontradas para fontes e estratégias de controle do estresse, apontando para os benefícios da adoção de um estilo de vida mais ativo.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/6062/4005

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.