Ocorrência de Entorse e Lesões do Joelho em Jogadores de Futebol da Cidade de Manaus, Amazonas

Por: Eduardo Telles de Menezes Stewien e Osmar Pedro Arbix de Camargo.

Acta Ortopédica - v.13 - n.3 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Foram estudados 50 jogadores de dois times profissionais e 47 jogadoras de três times amadores de futebol do Estado do Amazonas, todos da primeira divisão e sediados em Manaus. Foi determinada a ocorrência de entorse do joelho e lesões decorrentes, mediante uma entrevista sobre a história de entorse do joelho, além de avaliação subjetiva e exame físico, segundo o International Knee Documentation Committee (IKDC 2000). Entre os jogadores, 16 (32%) haviam referido entorse do joelho, sendo 14 (28%) unilateral e 2 (4%) bilateral. Entre as jogadoras, 11 (23%) haviam referido entorse do joelho, sendo 9 (19%) unilateral e 2 (4%) bilateral. Dez (63%) dos jogadores com entorse sofreram lesões ligamentares ou meniscais, dos quais 7 atletas submeteram-se à cirurgia, sendo 6 meniscectomias e 2 reconstruções do ligamento cruzado anterior. Não encontramos lesões do joelho entre as jogadoras de futebol examinadas. O tempo médio de afastamento dos atletas foi em torno de 3,5 meses em ambos os sexos, sendo que entre os jogadores o tempo médio de retorno foi quase 3 vezes maior naqueles que sofreram lesões ligamentares ou meniscais. A média da pontuação do IKDC subjetivo foi no sexo masculino de 95 pontos e de 96 pontos no sexo feminino.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-78522005000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.