Oficina de Alfabetização Para os Professores Xavante da Terra Indígena Pimentel Barbosa

Por: Frans Leeuwenberg, Luiz Augusto Passos e Maria Aparecida Rezende.

Jogos e Culturas Indígenas: Possibilidades Para a Educação Intercultural na Escola.

Send to Kindle


Resumo

A oficina de alfabetização para professores Xavante nasceu junto com a produção da cartilha intitulada Dasa Uptabi: de volta às raízes. Ao produzir esta cartilha, o projeto “Resgate do conhecimento e uso das batatas tradicionais Xavante” preocupou-se em ir além do simples registro dos estudos das 22 batatas nativas conhecidas e usadas por esse povo. Pensou-se, então, na realização da ofi cina pedagógica em alfabetização para nove professores da Terra Indígena Pimentel Barbosa que resultou no V capítulo da referida cartilha com o título: “Capítulo pedagógico”.

A escola é um dos instrumentos que os povos indígenas têm acreditado em seu potencial para auxiliar em suas lutas pelas terras, na revitalização de suas culturas e também para dar conta de alcançar o que a educação escolar se propõe: transformar as informações em conhecimento. Para que isso ocorra, os povos indígenas têm buscado seguir uma orientação pedagógica no seio de uma educação diferenciada e de qualidade, apostando também em outro potencial que a escola sempre teve: reproduzir valores da sociedade, para integrar as novas gerações na cultura da geração adulta.

Sabiamente os grupos étnicos estão explorando hoje o que a sociedade ocidental sempre fez com grande sucesso – usar a escola como meio de reproduzir suas crenças e seus valores sociais; assim, nasce o “capítulo pedagógico”: trabalhar com os professores Xavante as possibilidades de se usar jogos como instrumento de ensino e facilitar a alfabetização das crianças na língua materna. A ofi cina foi realizada pensando em adaptar todos os jogos no contexto das diferentes batatas pesquisadas com as mulheres Xavante, grandes educadoras e coletoras de batatas silvestres. Esse trabalho pedagógico pretende ainda incentivar as novas gerações a praticar a coleta e o consumo dessas batatas com mais frequência em seus hábitos alimentares, substituindo alguns alimentos de pouco valor nutricional como, a batata inglesa, macarrão e outros.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.