Oficinas Curriculares de Educação Física Escolar na Escola de Tempo Integral

Por: Sérgio Roberto Silveira.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Em 2006 a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo criou a Escola de Tempo
Integral, transformando o turno de estudos dos alunos para 9 h diárias. Participamos
da concepção, construção e criação dessa escola, especialmente no que se refere a
idealização de um projeto de Educação Física com uma perspectiva de fortalecimento
da área no currículo escolar e com repercussão no cotidiano da vida dos alunos. As
Escolas interessadas passaram por um processo de discussão interna e inscrição
junto ao órgão central. Para o respectivo ano estão sendo atendidas 514 instituições
com ensino fundamental. As 9 h diárias foram assim organizadas: 45 h de estudo
semanais; dentro das quais 30 correspondem aos componentes curriculares
pertencentes à Base Nacional Comum e, 15 correspondem às Oficinas Curriculares.
Para a área de Educação Física foram atribuídas 5 h semanais por sala de aula, sendo
2 aulas para o componente curricular e 3 aulas para as Atividades Esportivas e
Motoras. O desafio dessa tarefa é articular entre os 2 momentos uma escola integrada
no currículo, ou seja, as oficinas não correspondem a um momento desconectado
da socialização e construção do saber escolar. Nas diversas Atividades oferecidas
nas Oficinas Curriculares o profissional de área deverá ter como foco do trabalho o
desenvolvimento da melhoria do aspecto motor e o contato com a prática regular
de diversas atividades físicas. Os conhecimentos construídos no período inverso,
nas aulas do componente curricular, configuram-se como informações que podem
ser utilizadas nas Oficinas como recursos de seleção de prática, pelos alunos, e êxito
no desenvolvimento das mesmas. Há a predominância da dimensão procedimental
(90%) sobre as demais, atitudinal (5%) e conceitual (5%). Espera-se que os alunos
criem o hábito e pratiquem regularmente variadas atividades físicas. Assim, nas
Atividades Esportivas e Motoras pode-se entrar em contato com alguns elementos
da cultura de movimento: o Esporte, a Ginástica, o Jogo, o Exercício e a Dança.As
práticas devem favorecer o acesso e permanência dos alunos, respeitadas as
características e limitações pessoais de cada indivíduo, contempladas em atividades
individuais e coletivas. Iniciado em fevereiro, o projeto tem capacitação de professores
e acompanhamento das aulas. Dessa maneira, espera-se o fortalecimento da área, da
docência em Educação Física Escolar, bem como a renovação do compromisso
com a qualidade de vida da população.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.