Oficinas TerapÊuticas Para Cuidadores de Idosos com DemÊncia. AtuaÇÃo da Enfermagem no Programa Interdisciplinar de Geriatria e Gerontologia da Uff

Por: Isabela Saiter Santos, Miriam da Costa Lindolpho, Paula Angelo Ferreira, Priscilla Alfradique Erenata Cristina da Silva Bastos, Rosimere Ferreira Santana e Selma Petra Chaves S..

A Terceira Idade - n.37 - 2006

Send to Kindle


Resumo

A demência provoca dependência e sofrimento para idosos, cuidadores e familiares. Pensando nas necessidades desses cuidadores, foi desenvolvido, no “EPIGG/UFF”, um grupo de suporte e orientação aos cuidadores de idosos com demência, que, através de oficinas, busca tirar dúvidas e informar sobre o cuidado. Aqui, nosso objetivo é descrever algumas oficinas realizadas com os cuidadores. Trata-se de um estudo descritivo de sete oficinas terapêuticas e, como campo de pesquisa, foram usadas as dependências do Programa Interdisciplinar de Geriatria e Gerontologia da UFF, em Niterói, RJ. Entre as oficinas realizadas serão descritas: higiene corporal; cuidados com a pele; medicações; dependência; segurança do ambiente; despertar para o lazer e self – figuras projetadas. Durante as reuniões, são abordados assuntos e vivências e percebe-se que, quanto maior a convivência dos cuidadores entre si e com os profissionais, maior é o conhecimento, o interesse pelo assunto e a estabilidade do grupo. Há relatos como “aqui me sinto bem” ou “esse grupo me ajuda muito”. Conclui-se que os cuidadores precisam amenizar suas dúvidas e ter um tempo só para si. Assim, as oficinas terapêuticas surgem como um mecanismo de apoio, orientação e informação, além de proporcionar qualidade de vida e troca de experiências entre os sujeitos e a equipe.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.