Ontologia, Ideologia, Currículo e Violência Subliminar: Relações e Contradições na Educação Física Escolar

Por: Marcos Jerônimo Dias Júnior,.

240 páginas. 2016 06/04/2016

Send to Kindle


Resumo

As lutas de classe e a contradição entre capital e trabalho no atual momento histórico vão constituindo as relações entre trabalho, educação e educação escolar, repercutindo no campo do currículo e ensino constituindo mecanismos ideológicos e elementos de violência subliminar. Neste contexto, esta pesquisa buscou compreender como se constituem as relações e contradições entre ontologia, ideologia, currículo e violência subliminar na Educação Física fundamentadas no referencial teórico-metodológico do materialismo histórico dialético, propondo um processo investigativo que tem como objeto nuclear o currículo e seu papel na formação humana. Para tanto, partimos das seguintes questões: quais elementos ontológicos e mecanismos ideológicos e de violência subliminar estão presentes no campo do currículo, em sua constituição e efetivação e como essas relações se manifestam na Educação Física escolar? Trata-se de uma pesquisa que buscou apreender a totalidade e a concreticidade do objeto a partir da análise bibliográfica-documental – projetos, programas e orientações curriculares da Secretaria de Educação do Estado de Goiás – articulado a uma investigação empírica, onde em síntese analisamos a constituição e a concretização de um currículo fetiche. Compreendemos na contraposição ao currículo fetiche, a importância de professores e professoras lutarem pela construção de um projeto unitário de formação humana e educação escolar, na direção da perspectiva ontológica de educação.

Endereço: https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/5708

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.