Organização Curricular da Educação Física no Ensino Fundamental em Catalão-GO: a Nálise a Partir do Discurso dos Professores

Por: Leomar Cardoso Arruda.

184 páginas. 2014 28/03/2014

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem como objetivo compreender, na perspectiva dos Professores de Educação Física e da Coordenação Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Catalão-GO, a organização dos conteúdos curriculares do Ensino Fundamental. Para atender o objetivo refletimos sobre a relação entre Educação, Educação Física Escolar e Currículo, até chegarmos ao ponto central desta discussão, ou seja, a organização dos conteúdos nas aulas de Educação Física (EF) do primeiro ao nono ano. O estudo é de natureza qualitativa e as informações foram obtidas através de entrevistas a 08 professores de Educação Física do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação (SME) efetivos e em atuação docente e 01 coordenadora pedagógica da SME em exercício, no ano de 2013 na cidade de Catalão-GO. A coleta de dados foi feita em dois momentos: o estudo do documento intitulado: "Currículo Referência experimental de Educação Física para o Ensino Fundamental" e a análise das entrevistas através da elaboração de categorias propostas pela Análise de Conteúdo (Minayo, 2002). A proposta curricular instituída pela SME apresenta uma diversidade de conteúdos organizados em bimestres, que se repetem ao longo das séries. Sete sujeitos (77,7%) da pesquisa desconhecem a proposta curricular para a EF implantada pela SME de Catalão. Para 62,5% dos docentes de EF a realidade/perfil do aluno é o principal fator que define a escolha do conteúdo. A ausência do apoio pedagógico da coordenação das unidades escolares e da SME, quanto à seleção e organização dos conteúdos a serem ensinados, está presente nas falas de 100% dos professores de EF. Os professores sistematizam os conteúdos ao longo do ano através de bimestres, sendo os esportes coletivos o conteúdo principal. Quatro professores entendem que os conteúdos devem ser organizados de acordo com as séries da primeira e segunda fase do Ensino Fundamental; três compreendem que a organização dos conteúdos deve ser a mesma em todas as séries e um docente defende o que for instituído pelo currículo. Para sete docentes de EF os conteúdos ensinados e organizados (o que se faz) não convergem com os conteúdos que deveriam ensinar (o que se diz) em cada série. A falta de material aparece na fala de 87,5% dos sujeitos deste estudo como a principal dificuldade para o ensino dos conteúdos, seguido do espaço físico inadequado e do desinteresse/resistência dos alunos, correspondente a 50% cada. Para sete sujeitos desta investigação a criação de espaços coletivos para discussões sobre organização curricular aparece como a principal aspiração do grupo. Seis professores anseiam pela criação de uma proposta curricular para a EF na rede municipal de Educação. Conclui-se com o presente estudo que há um descompasso entre o que é  instituído/proposto pela SME com o que é materializado no dia a dia do professor de Educação Física, pois todos os docentes deste estudo apresentam umaorganização curricular diferente da indicada na proposta implantada pela rede municipal de Educação de Catalão para a Educação Física escolar.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.