Os Clubes de Remo em Porto Alegre (RS) e a Recomposição de Fronteiras de Identidades Culturais

Por: Alberto de Oliveira Monteiro, Carolina Fernandes da Silva e .

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.28 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa é desvendar como, no cenário do remo, foram reorganizadas as fronteiras identitárias com a fundação do Club de Regatas Almirante Barroso, nas duas primeiras décadas do século XX. Para a efetivação deste estudo histórico foram utilizados principalmente os jornais porto-alegrenses que circulavam no período. A fundação do Club Barroso modificou o cenário do remo em Porto Alegre, no início do século XX. Até então, os demais clubes de remo demarcavam fronteiras identitárias entre teuto-brasileiros e luso-brasileiros. O Club Barroso, diferentemente, congregou estes grupos de imigrantes e seus descendentes para a prática do esporte no Lago Guaíba. As fontes revelaram que esse clube de remo foi o primeiro da cidade a agrupar representações de identidades culturais luso-brasileiras e teuto-brasileiras.

Endereço: http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092014000300441

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.