Os Corpos na Obra de Homero: as Relações de Poder Entre os Sexos

Por: e .

Recorde: Revista de História do Esporte - v.11 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Resumo: O presente artigo visa realizar uma análise das obras “Ilíada” e “Odisseia”. O objetivo principal é o de identificar as diferentes concepções de corpo presentes nos escritos, no que tange os corpos mais valorizados e os mais estigmatizados. Nessa perspectiva foram identificados e analisados os seguintes corpos: guerreiro, mulher e escravo. A partir das análises, fica clara a percepção de que há uma relação de poder vertical entre os sexos. A título de conclusão, o trabalho aponta que o corpo do guerreiro recebe um maior prestígio. Em contrapartida, os corpos mais estigmatizados são das mulheres e escravos. Tal superioridade se justifica por questões anatômicas e éticas, pois o conhecimento do período apontava para uma concepção de corpo e moral que inferioriza mulheres e enaltecia os indivíduos homens.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/17904

Tags: , ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.