Os (des)caminhos de Um Pesquisador do Futebol Brasileiro

Por: .

EF&C - Educación Física Y Ciencia - v.13 - 2011

Send to Kindle


Resumo

As pesquisas no futebol profissional sob o viés das ciências humanas/sociais, apesar de terem aumentado, deparam-se com restrições impostas pelos clubes, dificultando sua realização. Recorte da minha dissertação de mestrado este artigo tem por objetivo retratar a relação entre o pesquisador e clube de futebol, sobretudo a partir do desenvolvimento do vínculo e desempenho de papéis, e apontar limitações/ obstáculos enfrentados pelo pesquisador durante a pesquisa. Seguindo as orientações de uma pesquisa qualitativa com referencial teórico da psicologia social (Kurt Lewin e Pichon-Rivière), esta pesquisa partiu da análise de um grupo de futebol profissional (atletas, comissão técnica e dirigentes do clube analisado) a partir dos 45 dias de contato diário com o grupo em jogos, treinos, concentração e refeições. As dificuldades encontradas para analisar os processos grupais dessa equipe foram muitas, com destaque para dificuldade/impossibilidade de acesso às situações/ locais sugeridos metodologicamente, as negativas de entrevistas e rejeição da aplicabilidade do teste de livre escolha. O vínculo criado e os papéis assumidos prejudicaram ainda mais as análises. Portanto, por conta das características do futebol contemporâneo, principalmente os interesses financeiros e políticos, as dificuldades provavelmente irão surgir variando, entretanto, conforme as características da instituição e o vinculo criado com ela.
       

Endereço: http://www.efyc.fahce.unlp.edu.ar/article/view/EFyCv13a05/2085

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.