Os Donos das Pistas: Uma Efigie Sociologica do Esporte Federativo Brasileiro

Por: .

2000 28/03/2000

Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa tem como objetivo a compreensão interpretativa da ação social de determinados homens que constituíram um modo de organização coletiva, com vistas ao alcance de determinados objetivos intermediados, e assim explicá-Ia causalmente em seu curso e seus efeitos. Para a consecução desse objetivo foi necessário o estabelecimento das finalidades presentes originalmente na constituição da organização em exame, a Liga Atlética Paranaense, e a determinação de quem eram seus membros. O trânsito para o presente foi feito com o conceito de dominação. Com a mesma medida, realizou-se a interpelação sociológica da forma atual dessa organização esportiva, a Federação de Atletismo do Paraná. A análise dos elementos sociológicos dessa organização foi feita com a problemática weberiana, tendo como filtro o modelo dos tipos ideais. Trabalhamos com uma forma pura de dominação, a dominação racional-legal que, em seu tipo mais puro, expressase através da burocracia ou, usando as palavras de WEBER, de uma administração burocrática-monocrática mediante documentação. Constatamos que os objetivos estabelecidos originalmente na constituição da organização e seus membros são absolutamente distintos dos da entidade atual. A forma de dominação também foi alterada. Na sua forma primeira, em termos weberianos, a administração da entidade caracterizava-se como uma "administração de associações alheia à dominação e a administração de representantes". Na sua forma atual, a entidade tem características heterônomas e heterocéfalas e apresenta a forma de dominação racional legal. Infere-se que as finalidades que determinaram a constituição da organização eram comunitárias e tinham estreitas ligações com o imigrante alemão. Os objetivos da organização eram, em medida considerável, atingidos. A instauração do Estado Novo impôs normativamente o desvanecer desse nível inicial de objetivos. Transmudada, a organização assumiu características uma empresa capitalista. Com essa forma, a entidade tomou-se disfuncional, apresentando uma racionalidade e propensão limitada para o lucro. A ausência de uma visão administrativa empresarial foi constatada. A dissociação de objetivos entre entidade e seus membros tomou-se patente. A produção de espetáculos constitui-se numa espécie de fim único da Federação de Atletismo do Paraná.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000202924&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.