Os Efeitos da Prática Mental no Desempenho de Uma Habilidade Motora do Basquetebol

Por: Ana Maria da Silva Rodrigues.

1995 29/05/1995

Send to Kindle


Resumo

Este estudo relacionou o efeito mental enquanto ação cognitiva, no desempenho de uma habilidade motora do Basquetebol - o arremesso tipo jump, definido por Richardson (1967) como o ensaio simbólico de uma atividade física na ausência de toda e qualquer atividade muscular observável. A prática mental vem sendo estudada há muitos anos, tanto na psicologia cognitiva quanto na psicologia dos esportes. Estas pesquisas apresentam enorme diversidade metodológica, o que tem gerado dificuldades práticas na sua utilização, apesar de comprovada a sua efetividade como recurso complementa prática física, ainda existem muitos questionamentos quanto ao tipo de imagem a ser utilizada, de que forma desenvolvê-la, e ainda, se o uso da verbalização contribui de alguma forma nesse processo. Os resultados evidenciaram que os sujeitos dos grupos que realizaram prática mental em perspectiva interna apresentaram melhoria significativa de desempenho; ao contrário daqueles que se utilizaram de perspectiva externa - e que a condição verbalização não foi uma variável significativa. A partir dessas evidências, concluiu-se que a prática mental está relacionada com a melhoria do desempenho motor, sendo que sua efetividade ocorre quando do uso de imagem em perspectiva interna - que a verbalização, pode ser útil no processo de desenvolvimento da imagem mental, podendo contribuir positivamente enquanto procedimento dessa prática.

Endereço: http://leg.ufpi.br/ppged/index/pagina/id/1762

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.