Os Efeitos Político-pedagógicos Produzidos Pela Prática da Capoeira no Contexto Escolar: a Compreensão dos Coletivos Docentes de Duas Escolas da RME-POA

Por: Maíra Lopes de Araújo.

160 páginas. 2017 27/09/2017

Send to Kindle


Resumo

Essa dissertação caracteriza-se como um estudo de casos realizado em duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre. Com desenho metodológico descritivo-explicativo, a pesquisa apresenta a seguinte questão norteadora: “Quais os efeitos político-pedagógicos produzidos pela prática da Capoeira no contexto escolar na compreensão dos coletivos docentes de duas escolas da RME-POA?”. Os instrumentos utilizados para a construção de informações foram: questionários, entrevistas semi-estruturadas e análise de documentos. A dissertação apresenta reflexões a partir das informações construídas, as quais expressam uma multiplicidade de impressões e de significações atribuídas a essa manifestação da cultura popular afro-brasileira na compreensão dos coletivos docentes. Sustentam o referencial teórico, especificamente relacionado à educação escolar, os conceitos: histórias e culturas afro-brasileiras; currículo e poder; contra cultura escolar. A partir da triangulação das informações emergiram cinco categorias que foram identificadas como os efeitos político-pedagógicos produzidos pela prática da Capoeira na escola: Disciplina, respeito, convívio; Som, música, barulho; O Pedagógico; Ocupação de espaços: físico, político, simbólico; Religião, religiosidade e enfrentamentos institucionais. Foi possível obervar que a prática da Capoeira na escola produz efeitos político-pedagógicos significativos, ocupando lugares diversos nos espaços escolares e na educação de crianças e adolescentes. É avaliada como um elemento educacional de relevância sociocultural por sua história de resistência, em especial à escravidão brasileira, bem como uma atividade que promove a acessibilidade e a igualdade, em que as relações interpessoais se constituem de forma horizontal, respeitando os diferentes saberes. Entretanto, também é avaliada como atividade que perturba o ambiente escolar, desconcentrando as crianças e os(as) adolescentes, prejudicando a aprendizagem dos conteúdos “de sala de aula”. Os efeitos produzidos provocam desacomodações ideológicas, sugerindo a revisão de princípios educacionais tradicionais e inovações nas práticas pedagógicas com ações individuais e coletivas. 

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/172190

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.