Os Fundamentos Sociais da Educação Física e do Desporto em Portugal

Por: Manuela Hasse.

IX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O desenvolvimento da Educação Física e do Desporto, em Portugal, desde os fins do séc. XIX, era justificado, pelos seus variados defensores, por razões de caráter social. De acordo com as preocupações registradas em múltiplos documentos, desde livros de ensaio, teses de medicina, publicações periódicas ou outros registros impressos consultados de modo sistemático, a Educação Física e o Desporto correspondiam a instrumentos fundamentais de orientação das condutas, meios privilegiados de fortalecimento dos corpos e do caráter dos homens. Num momento em que a crise da sociedade se reveste, no tempo presente, das preocupações sérias quanto ao sentido da própria Educação Física e do Desporto será, sem dúvida, uma consideração mais demorada sobre as raízes a as implicações dos problemas e das soluções que, acerca de cem anos, permitiram encontrar - no exercício físico bem dirigido e no jogo - um significado para sua existência, uma razão para sua defesa.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.