Os Jogos Eletrônicos Como Instrumento Pedagógico nas Aulas de Educação Física Escolar

Por: Bruno Dandolini Colombo e Carla Gomes Borges.

Kinesis - v.37 - 2019

Send to Kindle


Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar de que forma os jogos eletrônicos podem ser utilizados como instrumento pedagógico nas aulas de educação física escolar. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica. Conclui-se que os jogos eletrônicos podem ser utilizados para abordar vários conteúdos da educação física escolar, como por exemplo, conhecimentos técnico-táticos de determinadas modalidades esportivas.

REFERÊNCIAS

ABREU, A. Um bem ou um mau: um breve panorama da influência dos jogos eletrônicos na cultura individual e coletiva. São Paulo, 2003. Disponível em: . Acesso em: 19 maio. 2018.

AMORIN, A. A origem dos jogos eletrônicos. USP, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DESENVOLVEDORAS DE JOGOS ELETRÕNICOS. (ABRAGAMES). Disponível em: . Acessado em: 28 maio. 2018

AZEVEDO, V. A. Pires, G. L. Silva, A. P. S. Jogos Eletrônicos e Suas Possibilidades Educativas. UFSC. 2007. Disponível em: Acesso em 27 de Maio de 2018.

BATISTA, Sidnei Rodrigues; BETTI, Mauro. A televisão e o ensino da educação física na escola: uma proposta de intervenção. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 26, n. 2, p.135-148, janeiro 2005.

BETTI, M. A Janela de Vidro. Campinas: Papirus, 1998.

BRAGA, M. Realidade virtual e educação. Revista de Biologia e Ciências da Terra, Paraíba, v. 1, n. 1, jan./jun. 2001.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila

GUMZ, A. C. R.; VAZ, C. S.; LEAL, V. H. Ensinando Através dos Jogos. Curitiba, PR. 2014. In: IV Congresso de Letras de 14 a 17 de outubro de 2014.

KRUGER, Fernando Luiz ; CRUZ, Dulce Márcia . Os Jogos Eletrônicos de Simulação e a Criança. In: XXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2001, Campo

Grande, Anais ... Disponível em:

/4711/1/NP8KRUGER.pdf>. Acesso em 29 maio. 2018

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1991. Democratização da escola pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 1985.

MAGAGNIN, C. D. M.; MIRZA, S. T. Aprendizagem escolar: os jogos eletrônicos na formação do aluno. UCG/SEE, 2009. Disponível em: Acesso em: 28 de abril de 2018.

MASCHIO, V; RIBAS, J.F.M. O jogo Enquanto Conteúdo da Educação Física Escolar na Abordagem Critico Superadora. CEFD/UFSM, 2009. Disponivel em: Acesso em 27 de Maio de 2018.

MENDES, C. L. Jogar jogos eletrônicos: que lazer é esse? In: Licere. Belo Horizonte, 2005. (v. 8, n. 1)

MORAIS, R. A. R; MENDES, D. de S. O esporte-simulação: O que é possível aprender com os jogos eletrônicos?. Atos de pesquisa em educação - PPGE/ME FURB. ISSN 1809-0354 v. 8, n. 1, p. 209-238, jan./abr., 2013.

RAMOS, D. K. A escola frente ao fenômeno dos jogos eletrônicos: aspectos morais e éticos. Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 6, n. 1, jul. 2008

SANTOS, N. Espaços virtuais de ensino aprendizagem. São Paulo: Infolink, 2008.

SILVEIRA, G. C F.; TORRES, L. M. Z. B. Educação Física Escola: Um Olhar Sobre os Jogos Eletrônicos. ISEAT: 2007. Disponível em: Acesso em: 29 de maio 2018.

SOUZA, I. R. L.; MAGALHÃES, H. P. Intersecções entre culturas midiáticas e cibercultura e game cultura. Revista Cultura Midiática, ano 1, n. 1, jul./dez. 2008.

Endereço: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/33484

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.