Os Meios de Comunicação de Massa e a Construção Social do Corpo

Por: Sonia Regina Bim.

138 páginas. 2002

Send to Kindle


Resumo

O corpo é depositário de valores sociais. Historicamente esta é uma ,perspectiva relativamente estranha ao domínio da Educação Física, área ,onde o corpo assume posição central como objeto de estudo. Nosso ,trabalho procura aprofundar a discussão acerca das lógicas sociais que ,se fazem presentes nas práticas corporais. Entendemos que não ,nascemos com o corpo que possuímos. Este está sujeito às influências ,sócio-culturais-históricas, permanentemente. Em larga medida somos ,fruto das estruturas sociais que nos rodeiam e nos influenciam. Dessas ,grandes forças destacamos os meios de comunicação de massa, os ,quais exercem profunda influência em nosso imaginário e em nossas ,práticas. Em nosso estudo privilegiamos a análise de um desses ,veículos no caso, a Revista Boa Forma publicação mensal dedicada à ,difusão de informação sobre cuidados e procedimentos acerca do corpo. Um dos segmentos sociais mais suscetíveis à influência dessa revista é ,o público feminino urbano adolescente. As informações veiculadas por ,esta revista impressionam o imaginário desse grupo: lêem com atenção ,e dedicação as ‘regras’ difundidas por Boa Forma, interrogamo-nos, na ,pesquisa, sobre os conteúdos subjacentes às informações veiculadas ,por Boa Forma. O interesse maior da revista seria, realmente, a ,socialização das práticas corporais ou outros valores, de ordem ,ideológica, que se encontram presentes neste universo brilhante e ,sedutor dos meios de comunicação de massa?

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1181&listaDetalhes%5B%5D=1181&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.