Os Sentidos das Representações Sociais Sobre a Intervenção do Profissional de Educação Física na Estratégia Saúde da Família

Por: Marta Soares Araujo.

140 páginas. 2015 17/09/2015

Send to Kindle


Resumo

A presente pesquisa objetivou identificar e analisar as representações sociais instituídas no imaginário social dos profissionais de Educação Física (PEF) vinculados aos Núcleos de Apoio a Saúde da Família de Londrina sobre a intervenção profissional que produzem na Estratégia Saúde da Família (ESF). Utilizamos como referencial teórico-metodológico a Teoria das Representações Sociais proposta por Serge Moscovici e a Análise de Discurso pautada nos estudos de Eni Orlandi. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, gravadas e, posteriormente, transcritas na íntegra. Identificamos como o núcleo central da representação social a própria ESF e os sistemas periféricos desta representação referem-se: a) ao papel do PEF; b) ao perfil do PEF; c) ao trabalho em equipe. Os resultados da pesquisa apontam que o distanciamento existente entre a formação inicial e o exercício profissional da Educação Física neste campo apresenta-se como um obstáculo real à intervenção orientada pelos princípios da Atenção Básica à Saúde. Neste sentido, os PEF atribuem aos cursos de pósgraduação, especialmente à Residência Multiprofissional em Saúde da Família, o papel de prepará-los adequadamente para o trabalho em equipe (matriciamento, consultas compartilhadas, discussão de casos etc.) e com grandes coletivos. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000202562

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.