Os Usos da História Oral no Estudo do Futebol: Etapas Metodológicas de Uma Experiência de Pesquisa Qualitativa com Torcidas Organizadas na Cidade de São Paulo

Por: Bernardo Buarque de Hollanda Alterar.

Publicatio UEPG - Ciências Sociais Aplicadas - v.25 - n.2 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O artigo dá a conhecer uma experiência de pesquisa em história oral com torcidas organizadas de futebol na cidade de São Paulo. Com foco na metodologia de pesquisa, o propósito do texto é apresentar as etapas de construção de um processo de investigação junto a este segmento específico de torcedores no universo associativo do futebol profissional. Estigmatizadas pela opinião pública face a comportamentos antidesportivos, intenta-se adotar uma atitude compreensiva diante da problemática das torcidas organizadas, por meio da coleta de depoimentos de fundadores e lideranças dessas associações paulistanas entre 1960 e 2010. O suporte metodológico que fundamenta as cinquenta horas de histórias de vida – definição dos entrevistados, elaboração do roteiro, gravação das entrevistas, transcrição e edição dos depoimentos – permite não só a circunscrição de um material de análise seriado, a aprofundar o par conceitual história/memória, como enseja a proposição de um modelo passível de aplicação a outras regiões do país.     

Endereço: http://www.revistas2.uepg.br/index.php/sociais/article/view/10274

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.