Os Vinte Princípios Fundamentais do Karatê

Por: Gichin Funakoshi.

127 páginas. Cultrix. 2005

Send to Kindle


Sobre a Obra

Gichin Funakoshi, "o pai do karatê", disse uma vez que "o objetivo maior do karatê não é nem a vitória nem a defesa, mas o aperfeiçoamento do caráter dos seus participantes". Em apoio a essa postura de vida e como orientação aos futuros praticantes, ele cunhou seus lendários vinte princípios. Embora os princípios venham sendo divulgados há anos, os comentários que os acompanham nunca tinham tido uma tradução publicada até o presente momento. O método do mestre Funakoshi enfatiza as razões espirituais e a agilidade mental acima da força bruta e da técnica. Os praticantes não devem confiar na técnica apenas - socos, chutes e bloqueios -, mas, sim, fomentar também os aspectos espirituais da prática. Conheça a si mesmo e o resto se seguirá naturalmente, foi a mensagem que ele deixou para a posteridade há mais de sessenta anos. Como axiomas, os princípios de Funakoshi estão abertos a várias interpretações. "Não existe o primeiro golpe no karatê" tem provocado intermináveis discussões quanto ao seu verdadeiro significado. Muitas dessas ambigüidades são esclarecidas nos comentários, que também são repletos de reflexões filosóficas, episódios históricos fascinantes e conselhos para quem busca um Caminho melhor. Traduzido pela primeira vez do japonês por John Teramoto, ele próprio um praticante de karatê, e acompanhado da caligrafia original, este estudo há muito aguardado é uma leitura estimulante e, para os entusiastas das artes marciais, um tesouro raro e valioso que já não era sem tempo de ser publicado.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.