Osteonecrose Espontânea do Joelho em Atleta Tratamento com o Uso de Câmara Hiperbárica: Relato de Caso e Revisão de Literatura

Por: Edilson Thiele, Guilherme Campos Barroso, Mônica Nunes Lima e Thiago Fuchs.

Revista Brasileira de Ortopedia - v.47 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

A osteonecrose é uma síndrome clínica caracterizada pela necrose óssea de uma porção de sustentação de carga do côndilo femoral, seguida de fratura subcondral, colapso segmentar tardio e artrose. Acomete mais frequentemente mulheres com mais de 55 anos de idade e obesas. O tratamento ainda é assunto controverso na literatura. Os autores relatam o caso de um paciente do sexo masculino, 24 anos, jogador profissional de futebol, que apresentou queixa de dor no joelho um dia após atividade física. Os exames de imagem realizados precocemente já demonstraram o início da lesão. Foram utilizados no tratamento, com sucesso: retirada de apoio, fisioterapia, medicamentos (como AINH e bifosfonados) e câmara hiperbárica. Apesar de ser uma terapia nova, a câmara hiperbárica associada à terapia medicamentosa e retirada do apoio pode trazer bons resultados no tratamento da osteonecrose idiopática mesmo em atletas de alta demanda física. No entanto, existe a necessidade de novos relatos e estudos com maior evidência para demonstrar sua validade. 

 

 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162012000300020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.