Padrão de Atividade Física em Crianças e Jovens: Um Breve Resumo do Estado do Conhecimento

Por: André Seabra, José Antônio Ribeiro Maia, Ramon de Brito Costa Pinheiro Lima, e Rui Garganta.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.12 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo principal desta revisão foi abordar aspectos conceituais, operacionais e apresentar os principais resultados relativos ao padrão de atividade física (PAF) em crianças e jovens. Foi realizada uma pesquisa em bases de dados nacionais e internacionais com intuito de selecionar estudos originais recentes que apresentassem informações acerca do PAF. A maioria das pesquisas apresentam maneiras distintas de conceituar e operacionalizar o PAF, utilizando técnicas estatísticas univariadas e multivariadas. Grande parte dos estudos identificou que a atividade física na infância se caracteriza por períodos extremamente curtos de alta intensidade, com predomínio de atividades de moderada à baixa intensidade. Durante os finais de semana, esses períodos são maiores e os meninos apresentam uma maior frequência de episódios de níveis distintos de intensidade. A expressão “padrão de atividade física” é comumente utilizada, porém não é encontrada uma interpretação e conceitualização unânime. A adoção de análise multimodal seria uma mais valia, uma vez que poderá auxiliar o entendimento das nuances da atividade física, considerando o seu tipo, frequência, duração e intensidade.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2010v12n1p68

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.