Padrões de Atividade Física em Adolescentes de 10-12 Anos de Idade: Determinantes Precoces e Contemporâneos

Por: .

2006 24/06/2006

Send to Kindle


Resumo

A atividade física (AF) na adolescência acarreta vários benefícios à saúde, seja por um efeito direto sobre a morbidade na própria adolescência, seja por um efeito mediado pelo nível de AF na idade adulta. Avaliou-se a prevalência de sedentarismo e fatores associados em 4451 adolescentes de 10-12 anos de idade, participantes do Estudo de Coorte de Nascimentos de 1993 em Pelotas. Sedentarismo foi definido como <300 minutos por semana de AF. As perdas de acompanhamento desde o nascimento totalizaram 12,5%. A prevalência de sedentarismo foi de 58,2% (IC95% 56,7–59,7). Na análise multivariável, o sedentarismo se associou positivamente ao sexo feminino, ao nível socioeconômico, a ter mãe inativa e ao tempo diário assistindo televisão. O sedentarismo se associou negativamente com o tempo diário de uso de vídeo game. Adolescentes de nível econômico baixo apresentaram maior frequência de deslocamento ativo para a escola. Estratégias efetivas de combate ao sedentarismo na adolescência são necessárias devido a sua alta prevalência e sua associação com inatividade física na idade adulta.Palavras-chave: atividade física, inatividade física, aptidão física, sedentarismo, adolescentes, exercício.

Endereço: http://www.epidemio-ufpel.org.br/site/content/teses_e_dissertacoes/detalhes.php?tese=174

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.