Parque Municipal de Belo Horizonte: História e Memória

Por: Kelen Nogueira Vilhena.

Licere - v.8 - n.2 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Este estudo traz um olhar sobre o Parque Municipal de Belo Horizonte através das memórias históricas e pessoais. O Parque se revela um espaço de grande relevância em Belo Horizonte em diferentes épocas. Ele foi projetado para ser um espaço de lazer na Capital moderna e carrega as influências político-ideológicas que marcam a concepção e construção desta cidade. Cidade que conforma tudo e todos pelo traçado e, o Parque, também é uma tentativa de conformar, dar uma nova forma ao lazer dos desejados habitantes da nova Capital, o que pode ser percebido nas práticas que nele acontecem como as garden parties, as festas beneficentes e religiosas, o footing e os esportes (ciclismo, futebol, natação e tênis). No entanto, com o passar dos anos, a dinâmica social vai se alterando e, os muitos e novos belohorizontinos rompem os limites da Av. do Contorno e também praticam a região central, nela, o Parque. E é segundo o olhar de seus freqüentadores, nos anos cinqüenta, que capto outras vivências e seus significados no/e do Parque

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/sumario.html?ed=10

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.