Parques Urbanos, População e Exclusão em São Paulo

Por: Brenno V. Costa e Luiz Octávio de L. Camargo.

Licere - v.15 - n.2 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O artigo apresenta uma pesquisa documental sobre a distribuição dos  parques urbanos municipais na cidade de São Paulo, relacionando essa distribuição com 
as áreas de inclusão e exclusão do município. Preliminarmente, buscou-se  contextualizar as noções de áreas verdes, desde os primeiros surgidos no século XIX,
sua gênese, os valores que presidiram à sua concepção, tipologia e parâmetros  urbanísticos de inserção no espaço urbano. Neste estudo, ainda parcial, após um 
levantamento de dados de população e das áreas verdes inseridas em parques  municipais, pôde-se constatar que a atual oferta destes equipamentos não atende às  necessidades da população e que a exclusão no acesso ao lazer se dá não apenas pelas  condições socioeconômicas de boa parte dos moradores, mas também pela má  distribuição das áreas verdes, especialmente nos bairros periféricos.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV15N02_a1.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.