Participacão do Sistema Calicreína-cininas na Cardioproteção Promovida Pela Atividade Física e Sua Modulação Pela Sobrecarga Adrenérgica Induzida Pelo Isoproterenol em Miocárdio de Ratos

Por: Eduardo Tadeu Santana.

71 páginas. 2011 12/12/2011

Send to Kindle


Resumo

Uma vez que o treinamento físico exerce uma cardioproteção, a expressão miocárdica do sistema calicreína-cininas pode contribuir neste sentido. Para testar essa hipótese em um modelo de hiperatividade β-adrenérgica, ratos Wistar machos foram randomizados em quatro grupos: ratos sedentários não tratados (Con); sedentários tratados com isoproterenol (ISO); ratos exercitados não tratados (Ex) e ratos tratados com isoproterenol e treinados (Iso + Ex). O tratamento com Isoproterenol gerou aumento da expressão do gene do receptor de cininas B1 (p <0,05). No entanto, no grupo Ex + Iso, onde o treinamento físico preveniu a hipertrofia do ventrículo esquerdo (VE) e melhorou a contratilidade do miocárdio, foi observado um aumento da expressão de RNAm e proteica de calicreína tecidual (p <0,01). Estes dados sugerem a participação da calicreína tecidual na resposta cardioprotetora miocárdica do exercício em relação à hiperatividade β-adrenérgica.

Endereço: https://bibliotecatede.uninove.br/handle/tede/857

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.