Passear e Participar: o Lazer Ampliando a Circulação Social de Pessoas com Deficiência

Por: Cinthia Mayumi Saito Corrales e Eliane Dias de Castro.

Licere - v.19 - n.3 - 2016

Send to Kindle


Resumo

As estratégias para a construção da participação social das pessoas com deficiência no Brasil estão ligadas a ações e serviços de saúde ou programas especializados. O estudo de caso do Projeto Andanças, grupo de passeio desenvolvido no Município de Ribeirão Pires, SP (Brasil), permitiu a problematização do Lazer como intervenção para ampliar a vida social dessa população. Os dados permitiram a construção de Discursos do Sujeito Coletivo (DSC) para as análises, o que afirmou a potência do trabalho e direcionou as categorias Lazer e Participação Social , com foco nas necessidades e vivências das populações com deficiência. Os resultados apontam o Lazer como campo de intervenção fundamental para favorecer a participação social e a necessidade de intervenções que abordem as barreiras de atitude, elucidando práticas e estudos sobre o lazer das populações com deficiência.
.
 

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/issue/view/261/showToc

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.