Pedagogia da Aventura Pela Corrida de Orientação nas Aulas de Educação Física

Por: Anibal Monteiro de Magalhães Neto, Geisse Quelle Mendes Cunha e .

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Ojetivos:
Sugerir a prática de esportes radicais nas aulas de Educação Física escolar
através das corridas de orientação.

Métodos e resultados:
A corrida de Orientação é um esporte para todos, podendo ser implantado nas escolas sem muitas restrições por ser prático divertido e sem custos elevados. O esporte de Orientação convida todos os alunos a participar de uma proposta com diferentes magnitudes, pois dentro das escolas isso é importante, já que a multidisciplinaridade procura frequente inovações de suas metodologias para não deixar que os alunos se entediem, retirando-os de dentro da sala de aula e fazendo com que eles interajam com o ambiente que os rodeia havendo sempre novas experiências, sejam elas físicas, sociais e ambientais utilizando o pátio da escola como campo de jogo e criando obstáculos removíveis para o momento do percurso. Os esportes radicais são componentes atrativos para as aulas de educação física. Contudo, é justamente nesse contexto que algumas alternativas soam como respostas a estas necessidades expostas, especialmente aquelas vivências propiciadas no âmbito da educação formal nas aulas de Educação Física. Abre-se uma porta para um novo significado para o esporte, partindo do radical, que se fundamenta nos conhecimentos articulados para uma educação do século XXI.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.