Pedagogia do Esporte: o Ensino do Tênis de Mesa Por Meio de Jogos no Projeto de Extensão de Tênis de Mesa da FCA/UNICAMP

Por: I. H. Antonacio, K. C. Soati, L. B. Castro, , M. S. Misuta, R. A. Ribeiro, T. Belli e W. G. F. Silva.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O tênis de mesa foi oficializado como esporte em 1926 e, desde 1988, é modalidade olímpica. Eleito como o segundo esporte mais praticado no mundo, caracteriza-se como um dos jogos com bola mais rápidos dentre os existentes, no qual uma harmoniosa combinação entre os aspectos técnicos, táticos, fisiológicos e psicológicos é decisiva para um desempenho ideal. No entanto, a aprendizagem dessa modalidade esportiva acontece majoritariamente por meio de metodologias tradicionais/tecnicistas, centrada na repetição de técnicas. Ainda que propostas metodológicas pautadas nas tendências atuais em Pedagogia do Esporte citem os esportes de raquete e indiquem o jogo como meio pedagógico para essas modalidades, a literatura pouco aborda propostas para o tênis de mesa em específico. Diante deste cenário, este estudo discute a implementação de um programa de iniciação tardia em tênis de mesa a partir da concepção interdependente de seus elementos tático-técnicos e tendo o jogo por principal estratégia pedagógica. O estudo, sustentado pela metodologia da pesquisa-ação, foi desenvolvido durante 4 meses, ao segundo semestre de 2014, no Projeto de Extensão de Tênis de Mesa da Faculdade de Ciências Aplicadas/ UNICAMP, oferecido à comunidade interna da universidade por três docentes e quatro discentes dos 3o e 4o anos do curso de Ciências do Esporte (todos com experiências prévia como praticantes de tênis de mesa ou outra modalidade de raquete). Coube aos discentes preparar e aplicar as aulas e aos docentes o papel de mediadores do processo, acompanhando o planejamento, avaliando as aulas já ministradas, indicando leituras e estimulando a reflexão sobre a ação, tendo por base metodologias ativas da educação. Foram desenvolvidas 12 semanas de aulas, somando 24 sessões e totalizando 72 horas de prática da modalidade. A proposta de ensino foi desenvolvida para nível iniciante de aprendizagem, sendo elaborada uma periodização tático-técnica priorizando competências básicas para o jogo no início do semestre e específicas ao final, na seguinte composição de conteúdos: fundamentos táticos, posição de espera, saque, forehand e backhand e noções básicas de efeito. Como resultados, destacamos: dificuldade inicial dos discentes em propor aulas diferentes daquelas que vivenciaram quando praticantes; eficácia da mediação docente por meio de metodologias ativas, com rápido avanço dos discentes em propor jogos para o ensino dos diferentes conteúdos a partir da terceira sessão; eficácia do jogo como meio para o ensino do tênis de mesa para jovens adultos.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.