Pensamentos, Rabiscos e Certezas: Um Olhar Sobre o Impacto do Pibid na Escola

Por: Lucineide Vieira Drolhe da Costa, e Tatiana Rodrigues Rosa.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Desejando contribuir com a formação de Professores para a Educação Básica, nos inserimos no Programa Institucional de Iniciação à Docência (PIBID), em movimento que favorece perspectiva crítica da Licenciatura em Educação Física. Processo que percorre o caminho de orientar essa prática pedagógica pela compreensão do corpo e das práticas corporais como produtos e produtores de significados sociohistóricos, extrapolando o entendimento exclusivamente biológico, auxiliando a desnaturalizar o que entendemos por conhecimento, processo educacional e vida (SOARES et all, 1998). Dialogar práticas corporais com processos escolares solicita compreender os significados atribuídos ao corpo e às práticas corporais em todas as situações da vida em sociedade. Processo que solicita formação permanente, vivida como busca e agenciamento constante, procurando reunir e atravessar elementos e conjuntos cada vez mais abrangentes, integrando diferentes saberes e sujeitos. 
Com esse norte, Licenciandos em Educação Física de Instituição Pública de Ensino Superior participam ativamente do cotidiano de duas Unidades de Educação Pública, uma Estadual e outra Municipal. Nesse artigo, as Professoras Supervisoras e a Coordenadora apresentam esse processo, transformado em pesquisa e, trazem algumas considerações do movimento até aqui realizado. O que permite entrelaçar ensino, pesquisa e extensão.
Objetivamos alargar a compreensão hegemônica da Educação Física no interior das escolas: ser “responsável” por tratar e educar o corpo e o movimento, predominantemente selecionando e desenvolvendo conteúdos que valorizam um determinado tipo de técnica (em geral, a excelência de alguns esportes, em sua forma competitiva). O que acaba negando outras experiências, excluindo as histórias e as memórias corporais daqueles que fazem parte dos grupos e camadas socialmente desfavorecidas. Problematizamos, assim, as práticas pedagógicas e os currículos em que o corpo ideal de aluno ainda é o imóvel, em silêncio, jovem, saudável, limpo, disciplinadamente trabalhando as atividades propostas.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5118

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.