Pensar e Agir Como Princípio Didático Fundamental e Básico Para Um Processo de Aprendizagem Escolar

Por: .

Kinesis - v.36 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O texto faz uma reflexão sobre a importância do princípio didático “pensar e agir” no processo de ensino e aprendizagem na Educação Física Escolar. Estes conceitos estão sempre dialeticamente relacionados. A corporeidade humana é aliada fundamental, e deve estar integrada à aprendizagem que atua como ação ativa para que um “se-movimentar” seja possível, didaticamente importante e teoricamente legitimador do ensino “aprendizagem através de movimento”.

REFERÊNCIAS

BRUNER, J. S. Lernen, Motivation und Curriculum. Frankfurt: Fischer, 1974.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GADAMER, H.G. Der Mensch ohne Hand oder die Zerstörung der menschli-chen Ganzheit. München: DTV Deutscher Taschenbuch.1979.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. Educação Física aberta à experiência. Uma concepção didática em discussão. Rio de Janeiro: Imperial NOVO MILÊNIO, 2009.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. Lernen mit Leib und Seele. Sportunterricht, Vol. 58, nr. 1, p. 3-7, 2009a.

HILDENBRANDT-STRAMANN, R. Die Kraft von Luft und Wasser spüren – ein fächerübergreifendes Unterrichtsbeispiel für ein Lernen durch Bewegung. Lehrhilfen für den Sportunterricht 58 (1), p. 7-12, 2009b.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. Experiência: uma categoria central na aprendizagem do movimentar-se. In: R. Hildebrandt-Stramann. Educação Física aberta à experiência. Uma concepção didática em discussão. Rio de Janeiro: Imperial NOVO MILÊNIO, 2009c. p. 25-30.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R. Exploração do Mundo por Meio de Experiências Elementares de Movimento. In R. Hildebrandt-Stramann. Textos Pedagógicos Sobre o Ensino da Educação Física. Ijuí: UNIJUI, 2013. p. 169-194.

HILDEBRANDT-STRAMANN, R.; TAFFAREL, C. Z. Formação de professores e trabalho educativo na Educação Física. Ijuí: Editora Unijuí, 2017.

MERLEAU-PONTY. Phänomenologie der Wahrnehmung. Berlin: De Gruyter, 1966.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro: Zahar. 1978.

TAMBOER, J. Sich Bewegen – ein Dialog zwischen Mensch und Welt. Sportpädagogik, Vol. 3, n. 2, p. 14-19, 1979.

Endereço: https://periodicos.ufsm.br/kinesis/article/view/34444

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.