Perceção de Saúde na População Portuguesa ? 35 Anos

Por: João Paulo de Figueiredo e Salvador Massano Cardoso.

Revista de Saúde Pública - v.48 - n.3 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Analisar a relação entre determinantes de saúde, satisfação com a vida, locus de controlo, atitudes e comportamentos com a qualidade de vida relacionada à saúde numa população adulta.Estudo observacional (analítico-transversal) com base metodológica quantitativa. A amostra foi de 1.214 habitantes ≥ 35 anos de 31 freguesias do Concelho de Coimbra, Portugal, 2011-2012. Foi realizado inquérito de saúde anónimo e voluntário com as seguintes informações: demográfica, inventário clínico, comportamentos de saúde e estilos de vida; qualidade de vida relacionada à saúde (Medical Outcomes Study, Short Form-36); locus de controlo da saúde; questionário de atitudes e comportamentos de saúde e índice de qualidade de vida. Para análise estatística foram utilizados os métodos: Correlação Linear de Pearson; t-Student; Wilcoxon-Mann-Whitney; ANOVA a um Fator; F de Brown-Forsythe; Kruskal-Wallis; Comparações Múltiplas: Tukey HSD, Games-Howell e Conover.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102014000300406&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.