Percepção dos Benefícios da Atividade Física e Saúde dos Idosos Que Participam do Projeto Caminhada Orientada da UFT-Miracema

Por: Daniela Brito Teixeira, Daniele Bueno Godinho Ribeiro e Joyce Ramos Costa.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as avaliações brasileiras fazem suas estatísticas de que até 2025 o Brasil será o sexto país do mundo com maior número de pessoas idosas. O envelhecimento é um processo da vivência humana, em que pese, todo ser humano, se assim não morrer na juventude alcançará essa plenitude de condição de vida, os limites do corpo vão diminuindo e vão aumentando os desafios. De acordo com Nahas (2010), a prática regular de exercícios físicos promove uma melhora fisiológica (controle da glicose, melhor qualidade do sono, melhora da capacidade física relacionada à saúde); psicológica (relaxamento, redução dos níveis de ansiedade e estresse, melhora do estado de espírito, melhoras cognitivas) e social (indivíduos mais seguros, melhora a integração social e cultural, a integração com a comunidade, rede social e cultural ampliadas, 20 entre outros); além da redução ou prevenção de algumas doenças como osteoporose e os desvios de postura. O presente estudo tinha enquanto objetivo identificar se os idosos que participam do projeto “Caminhada Orientada” percebem os benefícios da pratica da atividade física para a melhora da sua saúde. 

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2019/8conice

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.