Percepção de Posicionamento Articular e do Nível de Força em Sujeitos Idosos e Jovens

Por: e Priscila Gonçalves Franco.

Revista da Educação Física - UEM - v.22 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo


O envelhecimento causa degeneração em sistemas orgânicos e pode comprometer a função proprioceptiva, que parece influenciar o equilíbrio e o controle postural. O objetivo deste estudo foi determinar diferenças na propriocepção entre idosos e jovens. Quatorze idosos (idade = 66,3 ± 7,2 anos) e 15 jovens (idade = 23,9 ± 2,4 anos) foram submetidos a um teste de percepção de posicionamento segmentar (PPS) e a um teste de percepção do nível de força (PNF) exercida. Idosos apresentaram maior déficit proprioceptivo em reposicionamentos de membros superiores e inferiores a amplitudes maiores que 90° e em reproduções de baixa intensidade de força (20% e 30% 1RM) de músculos extensores do quadril e flexores do ombro. Os resultados indicam menor capacidade proprioceptiva em idosos na realização de movimentos de grande amplitude para membros superiores e de baixa amplitude para membros inferiores. Déficits na percepção e controle da força, embora em baixos níveis da contração isométrica máxima, foram encontrados em idosos.
 

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/10163/7760

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.