Percepção Visual Horizontal em Jogadores de Basquetebol de Alto-rendimento, Segundo Sua Função

Por: Cesar Jaime Oliva Alvarenga.

82 páginas. 1990

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo identificar e comparar o grau de sensibilidade da percepção visual horizontal (PVH) ou visão periférica (VP) em jogadores de basquetebol de alto rendimento do sexo masculino e categorizados de acordo com sua função na quadra ou seja: armadores, laterais e pivôs.Ao considerar a importância que tem a visão periférica nos esportes com bola, observou-se que são poucas as pesquisas que têm sido desenvolvidas em situações reais de contexto durante a execução da tarefa. Em razão desse fato, o presente estudo foi delineado em uma situação experimental ecológica válida.Para a coleta de dados foi construído um sistema eletrônico que permitiu comandar os estímulos luminosos periféricos de tal ordem que os atletas poderiam responder segundo a sua sensibilidade de percepção enquanto executavam uma habilidade específica do esporte.Foram testados 21 jogadores com visão normal ou corrigida que participaram da Liga Nacional de Basquetebol e que têm sido selecionados para a representação nacional do Brasil, entre os anos 1986 e 1990. Os atletas foram medidos num ginásio com uma luminosidade de 850 lux, utilizando-se uma quadra de basquetebol regulamentar, e estimulados pelo acendimento de diferentes lâmpadas a cores de 40w, por um tempo de 520ms, controlados pelo sistema eletrônico, sem movimento ocular nem movimento de cabeça, com uma carga foveal de 40 passes de peito. Os dados foram decodificados com base às respostas de Acertos, Erros, Não Detecção Sem Reconhecimento, nos componentes da tarefa Detecção (DET) e Reconhecimento (REC). Para análise dos dados decodificados empregou-se um tratamento estatístico descritivo, uma análise de variância multivariada para um critério de classificação (Manova One-Way), e análise de variância para um critério de classificação (Anova One-Way) com um nível de significância a .05, para comprovação das hipóteses. Os resultados mostraram que não existe diferença significante nos graus de sensibilidade da PVH ou VP entre os jogadores de uma mesma função nos componentes DET e REC; existindo porém uma maior variabilidade da distribuição dos resultados no componente REC. Entre as funções, os resultados indicaram que existe diferença estatisticamente significante, especificamente entre as funções Armador e Pivô e entre Lateral e Pivô. Quanto aos Erros de Reconhecimento (EREC) não se detectou diferença significativa entre as funções.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1504&listaDetalhes%5B%5D=1504&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.