Perda Uninária em Mulheres Idosas Durante Exercício Físico: Comparação Entre Atividades Aeróbias e Não Aeróbias

Por: Enaiane Cristina Menezes, e Janeisa Franck Virtuoso.

Revista da Educação Física - UEM - v.27 - n.1 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: Analisar o efeito imediato da prática de diferentes modalidades de exercício físico na perda urinária de idosas e comparar com a prevalência de incontinência urinária (IU). Métodos: Vinte e sete idosas que praticam exercício físico participaram do estudo. A sintomatologia e a tipologia da IU foram verificadas por autorrelato e a perda urinária durante exercício foi verificada pelo pad test de 1 hora. Foi utilizado estatística descritiva e inferencial. Resultados: Em relação a tipologia, 29,6% apresentaram IU de esforço, 29,6% IU de sintomas mistos e 3,7% relataram IU de urgência. A média do pad test foi de 0,687±0,467 gramas. Não houve diferença significativa nos valores de pad test e o tipo de exercício físico (p=0,810) e entre a tipologia da IU (p=0,294). Conclusão: Idosas com essa sintomatologia não perdem urina durante a prática de exercício físico, sugerindo que o exercício pode ser um fator protetor para IU em idosas.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/26325

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.