Perfil Antropométrico de Atletas de Futsal Feminino de Alto Nível Competitivo Conforme a Função Tática Desempenhada no Jogo

Por: Marcelo Romanzini e Marcos Roberto Queiroga.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.7 - n.1 - 2005

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi de determinar o perfil antropométrico de jogadoras profissionais de futsal de acordo com a função tática desempenhada em quadra. Participaram do estudo 112 jogadoras de futsal pertencentes às dez equipes de sete estados que disputaram a X Taça Brasil de Clubes. As variáveis de massa corporal, estatura, espessuras de dobras cutâneas, perímetros corporais e diâmetros ósseos foram coletadas com a finalidade de determinar o somatotipo e de estabelecer o perfil antropométrico das atletas. Os dados foram apresentados mediante estatística descritiva e a inferência foi realizada por meio de análise de variância para medidas repetidas (ANOVA) seguida do teste Post Hoc de Scheffé (p<0,05). Os resultados demonstraram que em relação às variáveis antropométricas, as goleiras de futsal feminino de alto nível competitivo possuíram maior massa corporal quando comparadas às alas e as pivôs, devido, sobretudo, a um maior acúmulo de gordura corporal, ao passo que as atletas de linha apresentaram características semelhantes para as respectivas variáveis. O somatotipo médio das atletas em quaisquer das funções táticas analisadas foi classificado como mesoendomorfo. Sendo assim, os resultados do presente estudo permitem concluir que, ou a função tática desempenhada em jogo não parece ser um fator decisivo para causar modificações morfológicas nestas atletas, ou que o treinamento destas atletas não está sendo realizado dentro do princípio da especificidade para cada posição. Além disso, os resultados do presente estudo podem contribuir para futuras comparações e adequação de treinamento físico.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3780

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.