Perfil de Demanda e Hábitos Sociais de Indivíduos Que Aderem a Prática de Atividades Físicas Supervisionadas

Por: e Sidney Cavalcante da Silva.

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.3 - n.2 - 1998

Send to Kindle


Resumo

As últimas décadas têm sido marcadas pela crescente preocupação com a qualidade de vida. Tal fato vem favorecendo a adesão à prática de atividades físicas (AF) e o controle dos hábitos sociais (HS) - fumo, álcool e cafeína. 0 propósito deste estudo foi identificar a demanda na procura de AF supervisionadas, e verificar a incidência destes HS em iniciantes nestas práticas. A amostra foi composta por 787 indivíduos do sexo masculino (SM) e 994 do sexo feminino (SF), com idades entre 13 e 53 anos, subdivididos em 8 intervalos etários (IE). Os dados foram coletados através de questionários. Tanto no SF quanto no SM observou-se que os indivíduos priorizaram a redução de gordura corpórea e o aumento da massa corporal magra. Quanto ao HS, verificou-se, em ambos os sexos, a preferência pelo etílismo, seguido respectivamente pela ingestão de cafeína e tabagismo, mesmo considerando-se as variações em função dos IE. Estes resultados, ao menos na amostra estudada, permitem concluir que: a) os indivíduos ao procurarem uma AF orientada, estão privilegiando dois aspectos de fundamental importância para a aptidão física: a composição corporal e a força muscular; b) o álcool é o hábito social de maior incidência; c) o alto percentual de consumidores de álcool entre os IE mais baixos, de ambos os sexos, merece atenção especial; d) o fumo, em ambos os sexos, apresentou baixos percentuais, indicando que as campanhas contra o tabagismo estão surtindo efeito, principalmente entre os mais jovens.

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/1080

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.