Perfil dos Pacientes Diabéticos Tipo 1 Atendidos no Setor de Educação Física da Clínica de Endocrinologia da Santa Casa de Belo Horizonte

Por: Albená Nunes da Silva, Janice Sepúlveda Reis e W. Valadares.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Objetivo:
O objetivo deste trabalho é caracterizar pacientes diabéticos tipo 1 atendidos pelo educador físico no Ambulatório de Diabetes Mellitus Tipo 1 (DM1) da Clínica de Endocrinologia da Santa Casa de Belo Horizonte, encaminhados da Secretaria Municipal de Saúde, exclusivamente pelo SUS.

Método e resultados:
Foi utilizada análise estatística descritiva para caracterização do perfil do paciente que utiliza este serviço. Os resultados mostraram que durante o ano de 2009, 59 pacientes utilizaram o serviço, sendo que 34 (58%) homens e 25 mulheres (42%). O maior número de pacientes está entre 16 e 32 anos de idade. Deste total de pacientes 84,7% não possuíam retinopatia., 86,4% não havia desenvolvido nefropatia, e 89,8% não apresentaram neuropatia periférica. No que diz respeito à atividade física, 65,5% dos pacientes afirmaram praticar atividade física regularmente.. A maioria dos pacientes apresentou peso entre 48 e 72 kg e mantinha o IMC entre 24 e 31. Os níveis de hemoglobina glicada, uréia e creatinina estavam acima dos níveis recomendados, no início do atendimento.

Conclusão:
Os pacientes que freqüentam o Ambulatório de Diabetes Mellitus tipo 1 da Santa Casa de Belo Horizonte, apresentavam no começo no atendimento níveis descompensados de controle da glicemia. A intenção é acompanhar esta estatística para saber se a intervenção está tendo efeito no controle de parâmetros importantes para a qualidade de vida do diabético.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.