Perfil e Trajetória de Recreadores: Uma Análise da Atuação Profissional no Mercado de Trabalho

Por: Larissa Silva Guimarães Arruda.

Licere - v.21 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo


Pesquisas sobre a atuação profissional e mercado de trabalho têm sido foco de diferentes áreas preocupadas com a qualidade da ação exercida por seus profissionais. No campo da recreação e do lazer, poucos estudos têm sido propostos acerca da temática, a partir da visão dos recreadores. Assim, o objetivo do presente estudo é descrever e analisar o perfil, a trajetória e a construção de saberes de recreadores, identificando as relações no âmbito da formação e da atuação profissional no lazer no mercado de trabalho. A metodologia utilizada baseou-se numa combinação entre as pesquisas bibliográfica e de campo. A pesquisa de campo concretizou-se através do emprego das técnicas de aplicação de questionário online e realização de entrevistas semiestruturas. O uso do questionário online teve a pretensão de abranger recreadores em âmbito nacional, englobando as questões relacionadas ao perfil e ao mercado de trabalho e foi respondido por quarenta e quatro recreadores. As entrevistas semiestruturadas foram realizadas com cinco recreadores atuantes em uma empresa de recreação de Belo Horizonte e permitiram a análise das questões referentes à trajetória e à construção de saberes desses recreadores. Para a interpretação dos dados, foi utilizado o programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS IBM), na versão 20 e o software Nvivo, versão 10, juntamente com a análise de conteúdo. A partir da análise das respostas ao questionário e das reflexões estabelecidas, foi possível identificar que a maioria dos recreadores possuem formação em nível superior completa, com prevalência no curso de Educação Física e sua atuação se dá, principalmente, no setor privado. Os profissionais afirmam que o perfil para atuar com a recreação e com o lazer envolve características como: ser comunicativo, dinâmico, alegre, educado, ter amor pelo que faz e possuir conhecimentos teóricos sobre recreação e lazer. As potencialidades do mercado de trabalho, no âmbito do lazer e da recreação, estão relacionadas à possibilidade de inserção de profissionais oriundos de diferentes áreas de formação, podendo o profissional atuar tanto no setor público, privado e/ou terceiro setor e exercer uma multiplicidade de funções e/ou cargos. Com relação aos limites presentes neste mercado, esta pesquisa aponta que eles estão relacionados com a insatisfação dos profissionais quanto à remuneração recebida e com a desvalorização da profissão, que se dá considerando dois aspectos: o primeiro relaciona-se com a falta de valorização do profissional pela sociedade e o segundo, está relacionado com a presença de mão de obra não qualificada no mercado. Os recreadores entrevistados possuem ensino superior incompleto em Teatro, Comunicação e Direito, atuam no setor privado e os saberes que mobilizam em sua atuação têm relação com a construção de suas trajetórias de vida acadêmica e profissional; bem como com a experiência na realidade, que ocorre por meio do brincar, de jogos, do lazer e da vivência com outras manifestações culturais, como o teatro e a dança. Portanto, os seus saberes são oriundos dos saberes curriculares e disciplinares, mas, principalmente, das experiências pessoais e dos saberes da experiência adquiridos ao longo de sua atuação profissional.
 

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/12002

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.