Perfil Estatístico dos Armadores de Basquetebol

Por: Alexandra Folle e Eduardo Barbabela Castro de Carvalho.

Cinergis - v.13 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o perfil estatístico dos armadores das seleções que participaram do Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino em 2010. Os dados foram obtidos através do site oficial da Federação Internacional de Basquetebol, sendo analisadas as estatísticas oficiais de 57 armadores, pertencentes às 24 equipes participantes da competição. Os dados foram analisados através da estatística descritiva (média e desvio padrão). Os resultados revelaram que os armadores realizaram baixo número de ações ofensivas e defensivas por jogo, em comparação ao observado na literatura. Constatações que podem ter relação com o tempo reduzido de permanência em quadra, bem como do alto nível da competição. No que se refere às ações ofensivas, os armadores apresentaram um perfil abaixo do esperado para a posição, no que se refere às assistências e o aproveitamento de arremessos (com excessão do lance livre). Contudo, apresentaram um perfil característico da posição, no que se refere à poucas bolas perdidas por jogo. O perfil defensivo revelou uma participação discreta destes jogadores nas ações de tocos, rebotes defensivos e bolas recuperadas por suas equipes. Porém, destaca-se que os baixos valores alcançados que os dois primeiros indicadores podem estar relacionados à estatura e ao seu posicionamento em quadra, frequentemente a frente e afastado da cesta e da ação dentro do garrafão, enquanto o terceiro indicador (bolas recuperadas) pode estar diretamente ligado ao nível técnico dos jogadores desta competição, inclusive dos próprios armadores, que apresentaram baixo índice de erros cometidos (bolas perdidas) por jogo.

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/2569

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.