Perfil Fisiológico de Canoístas do Sexo Feminino de Alto Nível Competitivo

Por: Alvaro A. Koslowiski, Fábio Y. Nakamura, , Luís A. Gobbo, Maria A. R. Mello e Thiago O. Borges.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.6 - n.3 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil fisiológico de atletas de canoagem do sexo feminino de alto nível competitivo. Para isso, as atletas passaram por protocolos de testes para determinação: (1) da velocidade crítica (VCrit) e capacidade anaeróbia da canoagem (CACanoagem); (2) do limiar de lactato mínimo (LACmin) e; (3) do pico de lactato após esforços máximos de 130 e 500 m. Os resultados mostraram que os valores de VCrit (3,01-3,04 m/s) foram significantemente maiores que os de LACmin (2,75 ± 0,04 m/s). Já a CACanoagem variou entre 94-105 m. Não foram encontradas diferenças entre os valores de pico de lactato no sangue após os esforços de 130 m (10,5 ± 1,2 mM) e 500 m (10,2 ± 0,8 mM). A conclusão foi que as atletas estudadas apresentaram altos níveis específicos de capacidade aeróbia e lática, quando comparadas com amostras de outros estudos na literatura. 

Endereço: http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?pid=S1645-05232006000300008&script=sci_arttext

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.