Perfil Motor de Escolares de 7 a 10 Anos de Idade com Indicativo de Desordem Coordenativa Desenvolvimental (dcd)

Por: Talita Barbosa Miranda.

2010

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar o perfil motor de escolares de 7 a 10 anos de idade com indicativo de Desordem Coordenativa Desenvolvimental. Participaram do estudo 380 crianças provindas de escolas da rede pública de ensino da parte continental da cidade de Florianópolis –SC –Brasil. Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da UDESC. Para a identificação de dificuldades motoras foi utilizado o Movement Assessment Battery for Children (MABC-2) e para a avaliação do estado nutricional foram realizadas medidas antropométricas de peso e altura e cálculo do IMC, conforme os dados de referência para crianças e adolescentes de 5 a 19 anos de idade da Organização Mundial de Saúde (OMS), utilizando-se valores dos escores-Z de IMC para idade. Para fins estatísticos foram utilizadas medidas descritivas de distribuição de frequência e medidas inferenciais, com testes de comparações (teste t independente, ANOVA one-way, ANOVA para medidas repetidas, MANOVA e Qui-quadrado). Para todas as análises foi adotado o nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que 6,1% dos escolares apresentaram indicativo de DCD, sendo 9,9% (n=18) do sexo masculino e 2,5% (n=5) do sexo feminino. Foi encontrada uma associação significativa entre a classificação motora e sexo e houve diferença significativa entre as habilidades de destreza manual e habilidades de lançar/receber e entre as habilidades de lançar/receber e equilíbrio no grupo que apresentou indicativo de DCD. Esses dados sugerem que os escolares com indicativo de DCD foram piores nas habilidades de lançar/receber. Quanto ao estado nutricional, 85,5% dos escolares em geral apresentaram eutrofia e 12,9% apresentou sobrepeso/obesidade. No grupo com indicativo de DCD, 91,3% obteve eutrofia e 8,7% apresentou sobrepeso. Não ocorreu nenhuma associação estatisticamente significativa entre a classificação motora e estado nutricional. A prevalência de crianças com dificuldades motoras nas escolas é preocupante. Portanto, as crianças em idade escolar com indicativo de DCD possuem déficits nas habilidades motoras fundamentais, prejudicando o desenvolvimento de habilidades motoras especializadas e dificultando a participação dessas crianças em atividades escolares. Isso pode trazer sérias consequências no desenvolvimento do indivíduo, tanto da ordem física quanto problemas emocionais e comportamentais.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.