Perfil Nutricional de Gestantes Atendidas em Uma Unidade Básica de Saúde

Por: Camila Schreiner Pereira, Patrícia Molz e Rosiane Lima da Rosa.

Cinergis - v.15 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo


Objetivo: avaliar o perfil nutricional de gestantes atendidas em uma Unidade Básica de Saúde. Método: estudo observacional, transversal, com abordagem quali-quantitativa. Foram avaliadas 60 gestantes entre abril e maio de 2014. Para avaliação antropométrica, utilizou-se peso pré-gestacional a partir do registro no cartão da gestante e verificou-se o peso atual gestacional em balança antropométrica e a altura em estadiômetro acoplado à balança. Para classificação do estado nutricional pré-gestacional e gestacional utilizou-se o IMC. Foram aplicados: questionário de dados socioeconômicos e questionário de frequência alimentar. Resultados: antes do período gestacional, a maioria das mulheres estavam eutróficas (55%), 33,3% com excesso de peso (sobrepeso ou obesidade) e 11,7% com baixo peso. Durante o período gravídico, 50,0% mantiveram a eutrofia, enquanto o índice de excesso de peso aumentou para 41,7%. Das sete gestantes diagnosticadas com baixo peso pré-gestacional, duas adequaram o peso. As gestantes relataram ingerir 5 ou mais vezes por semana, carnes, leites, cereais e leguminosas. Mais da metade delas não consumiam frutas e verduras 5 ou mais vezes por semana e 60,0% adicionava açúcar em suas preparações. Considerações finais: o perfil nutricional das gestantes demonstrou um índice alto de excesso de peso para essa fase da vida, sendo necessárias intervenções, em relação ao estado nutricional pré-gestacional, ganho de peso gestacional e na adequação
do consumo alimentar.
 

Endereço: https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/view/5134

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.