Perfil Psicológico de Gênero, Qualidade de Vida e Depressão: Proposta de Um Modelo Causal Parcimonioso em Mulheres Idosas

Por: Marcela Ferreira Cipriani Rufine.

75 páginas. 2013 13/03/2013

Send to Kindle


Resumo

Este estudo pretendeu verificar a associação entre perfil psicológico de gênero, nível de depressão e a qualidade de vida em uma amostra de 143 idosas. Utilizando-se da análise de equações estruturais verificou-se inicialmente um modelo geral o qual não se mostrou adequado devido à existência de saturações negativas entre os fatores e seus construtos. Optou-se então por um modelo parcimonioso considerando, individualmente, as variáveis relacionadas ao perfil de gênero gerando modelos mais específicos para cada variável da masculinidade e feminilidade como explicadores da qualidade de vida e da depressão. Observou-se, referente ao modelo geral do perfil de gênero, que a norma masculina apresentou escores associativos com a qualidade de vida e a depressão, porém, essas duas últimas variáveis, associaram-se negativamente. No que diz respeito ao modelo geral do perfil de gênero em relação à norma feminina, houve uma associação positiva com a qualidade de vida e negativa com a depressão. Conclui-se que em todos os modelos propostos a qualidade de vida foi capaz de inibir a depressão, especialmente quando o construto da qualidade de vida contempla dimensões como: capacidade funcional, aspectos físicos, aspectos emocionais e aspectos sociais independente do perfil de gênero.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/listaTrabalhoConclusao.jsf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.