Perfil de Uma População de Idosos Internados em Instituição Geriátrica

Por: João Santos Pereira e Sônia Regina Xavier Cardoso.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Observando os aspectos fisiológicos do idoso e sua relação com o nível de atividade realizada, analisamos as condições físicas de uma população de 215 idosos institucionalizados, com o objetivo de caracterizar as condições gerais e o nível de atividade física desempenhada. Foi utilizado um estudo retrospectivo relacionado com sexo, raça, idade, tempo de internação, patologias apresentadas e atividade física. Os resultados evidenciaram que 54% são do sexo masculino e 46% do feminino, sendo 70% brancos, 12% negros e 18% mestiços. Predominaram os maiores de 80 anos (58%). Encontramos 15% com menos de 01 ano de internação, 43% entre 01 e 05,21 % entre 06 e 10,9% entre 11 e 20,5% entre 21 e 30,5% entre 31 e 40 e 2% acima de 40 anos. Destes 20% dos idosos só apresentaram alterações compatíveis com a senilidade. Nos demais identificaram-se 9% com limitação acentuada da amplitude articular; 10% com distúrbio neurológico; 30% com alterações sistêmicas; 31% com alterações psiquiátricas. Em relação ao grau de dependência, 22% realizavam atividades físicas, 48% eram parcialmente dependentes e 30% eram totalmente dependentes. Concluímos que embora um número reduzido (22%), apresentasse condições para a realização de atividades físicas, existem limitações nesta população. Assim, a implantação de um programa de treinamento físico com a finalidade de melhorar o desempenho motor e psíquico, deverá influenciar tanto na qualidade de vida desses indivíduos como dos demais internos, proporcionando redução do grau de dependência destes.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.