Performance Anaeróbica de Meninas Brasileiras Comparada a de Meninas Francesas

Por: .

130 páginas. 1999 19/11/1999

Send to Kindle


Resumo

Os Objetivos deste estudo foram apresentar a evolução da potência mecânica externa desenvolvida durante um exercício intenso de curta duração, durante o período peripubertário. E comparar a performance anaeróbica em função da idade et da carga de esforço entre meninas Brasileiras e Francesas. 396 crianças com idade entre 8 e 18 anos da rede pública de ensino de São Paulo (N=130) et Clermont-Ferrand (N=266) foram avaliadas, As medidas antropométricas (peso, altura, adiposidade, volume muscular) a maturação sexual e os habites de atividade física foram avaliados, A potência anaeróbica (Prnax) foi mensurada pelo teste força-velocidade em 3 diferentes camas de esforço, equivalentes à (25,50,75 g.kg-1). A análise de covariancia (Ancova) comparou o padrão de regressão em função da idade; a análise de variância (Atava two way) foi utilizada para verificar o efeito da carga de esforço e da origem sobre a performance das garotas, além da regressão passo a passo (p‹.05). As variáveis antropornétricas de peso e altura não apresentaram diferenças entre os grupos, porém a adiposidade foi maior nas Brasileiras enquanto o volume muscular foi maior nas Francesas. As meninas Brasileiras apresentaram um padrão de evoluçao da potência anaeróbica significativamente diferente; elas apresentaram menor desempenho em todos os parâmetros do teste força-velocidade. As diferenças biornéti-icas entre as garotas explicam 75,2% da variação na performance entre os grupos, Foi constatado un efeito da carga de esforço (75 g.kg-1) com valores significativamente inferiores somente nas meninas Brasileiras. Este resultados sugerem um efeito negativo da aprendizagem e da inatividade na performance das meninas brasileiras.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.