Periodização de Regimes de Treinamentos Antagônicos: Um Estudo Sobre o Futsal

Por: Hugo Tourinho Filho.

261 páginas. 2001

Send to Kindle


Resumo

Com o objetivo de descrever o efeitos da periodização de regimes de treinamentos antagônicos sobre os resultados de testes motores e sobre o desempenho em quadra, este estudo teve como sujeitos dez jogadores de futsal, que se submeteram a uma bateria de testes e medidas antropométricas em diferentes momentos do período preparatório e competitivo do Campeonato Estadual de Futsal - Série Ouro, RS, realizado durante o ano de 2000. A fim de se inferir o comportamento das capacidades motoras durante a temporada, foram utilizados os testes motores de impulsão vertical (força rápida), o teste de Shuttle Run modificado (agilidade), teste de ida-e-volta (potência aeróbia) e a determinação do limiar tático (resistência aeróbia). Já, para a verificação do desempenho em quadra, foi realizada a anotação do desempenho em quadra dos jogadores por meio da avaliação dos seguintes critérios: passe certo, passe errado, desarmes, chute certo, chute errado, chute que prensou, chute prensado, interceptação de bola, assistência e perda de bola. Com relação ao comportamento das variáveis antropométricas, assim como dos testes motores que procuraram inferir a potência e resistência aeróbia, observou-se uma tendência de se manterem constantes durante todo o estudo, XIX enquanto os testes que inferiram a força rápida e agilidade apresentaram uma melhora significativa entre a primeira avaliação e as demais. Para os critérios de desempenho em quadra, encontraram-se evidências de que, em média, o número de passes certos e o número de assistências permaneceram constantes durante o primeiro turno da primeira fase até o final do primeiro turno da segunda fase do campeonato; a partir daí, verificou-se uma queda no rendimento. Os demais critérios mantiveram-se constantes durante todas as fases do campeonato. Com o auxílio da Análise de Regressão linear Múltipla, não foi possível ajustar um modelo de regressão para os dados referentes aos critérios de desempenho em quadra e as capacidades motoras. Baseando-se nas informações produzidas pelo presente estudo, parece claro que a utitização do modelo de treinamento híbrido, somada ao estabelecimento de prioridades a serem alcançadas ao se elaborar o programa de treinamento, pode ser um passo importante quando se precisa treinar vários componentes do condicionamento físico ao mesmo tempo, evitando-se, dessa maneira, o fenômeno da interferência dentro da periodização de regimes de treinamentos antagônicos.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2230&listaDetalhes%5B%5D=2230&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.