Perspectiva do Envelhecimento, Atividade Física e Qualidade de Vida de Trabalhadores

Por: , Adriana Coutinho de Azevedo Guimaraes, Adriano Ferreti Borgatto e Sabrina Fernandes de Azevedo.

Terapia Ocupacional - v.25 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O estudo objetivou analisar a perspectiva do envelhecimento com a prática de atividade física e os domínios da qualidade de vida de trabalhadores da Indústria de Telecomunicações Eletrônica Brasileira da Grande Florianópolis – SC. A amostra foi composta de 511 trabalhadores de ambos os sexos, com idades de 18 a 65 anos. Utilizou-se um questionário com aspectos sociodemográficos e dados antropométricos; Qualidade de vida (WHOQOL-bref); Atividade física (IPAQ – versão curta); Perspectiva do envelhecimento (Inventário Sheppard). Utilizou-se o programa estatístico SPSS, versão 16.0 para as análises: descritivas, teste do Qui-quadrado, test t de Student para amostras independentes e regressão múltipla (método Forward). Os resultados indicaram que os trabalhadores apresentaram uma perspectiva positiva em relação ao envelhecimento. Entre os fatores da perspectiva do envelhecimento e a variável sexo houve diferença estatisticamente signifi cativa para o fator morte (p=0,026) e o fator integridade (p=0,020). As variáveis que contribuíram na perspectiva positiva do envelhecimento do sexo masculino foram o domínio psicológico (β=0,259), domínio ambiental (β=0,183), IMC (β=0,172) e a idade (β=-0,133). E para o sexo feminino o domínio ambiental (β=0,346) e a idade (β=-0,194).

Endereço: www.revistas.usp.br/rto/article/view/55752

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.