Pibid Educação Física: Educação Infantil e Desenvolvimento

Por: , Elen Cristina de Brito e Jeane de Castro Araújo.

XX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO
Este trabalho foi realizado a partir do PIBID/EDUCAÇÃO FÍSICA- Programa de Bolsas de Iniciação à Docência, da Universidade Federal do Acre, na Escola de Ensino Infantil Sheila Maria Mendes Nasserala da cidade de Rio Branco/AC.
Tendo em vista a ausência do professor de Educação Física na Educação Infantil, trazemos a reflexão acerca da importância deste profissional nesta fase de desenvolvimento.
O artigo 26, inciso 3º, da LDB 9.394/96, diz que “a Educação Física é componente curricular da Educação Básica”. Buscando garantir a presença da Educação Física em toda a Educação Básica, foi acrescentado o termo “obrigatório” a esse texto. Assim, a Educação Física é componente curricular obrigatório na Educação Infantil.
De acordo com a LDB9394/96, a educação infantil, primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de até 5 (cinco) anos, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.
A Educação física possui um papel fundamental para esse nível de ensino, pois proporciona às crianças diversas experiências. Nesses momentos a criança estará enriquecendo a sua cultura corporal e estabelecendo relações sociais.
Gallahue e Ozmun (2005) enfatizam a relevância do desenvolvimento integral do indivíduo, compreendendo os aspectos motor, cognitivo e afetivo-social, havendo uma interdependência entre esses aspectos. Salienta também, ser entre dois e sete anos, a fase de aquisição dos movimentos fundamentais, que vão se constituir na base de toda aquisição motora posterior. Assim, é essencial a atuação do professor de educação física na educação infantil.

2 METODOLOGIA
Este trabalho é um relato de experiência e como instrumento investigativo utilizamos os registros das aulas, dos planejamentos, além das anotações nos diários de campo. As atividades desenvolvidas foram previamente planejadas juntamente com a supervisora do grupo. Objetivamos relatar as experiências obtidas pelo grupo de bolsistas PIBID nas práticas desenvolvidas na presente escola, destacando a importância do professor de Educação Física.

3 DESCRIÇÕES E RESULTADOS
Ao ingressarmos na escola nos reunimos com a supervisora, organizamos nossas atividades e conhecemos o ambiente escolar, através da observação das crianças e do contexto que as envolviam. No segundo momento realizamos um levantamento das práticas corporais dos alunos, onde foi perguntado sobre o que eles mais gostavam de brincar no seu dia a dia. As brincadeiras mais comuns eram cantigas de roda, corre-cutia, batata quente, coelho sai da toca e o mestre mandou.
Após esta ação, definimos atividades a serem trabalhadas com as turmas de maneira a contemplar o que eles já praticavam fora da escola, para que a aula fosse mais atrativa e tivesse significado para os mesmos. Realizamos aulas com circuitos motores e as brincadeiras citadas, todas envolvendo motricidade, atenção e trabalho em equipe.
Tivemos como resultado o envolvimento dos alunos nas atividades. Através do incentivo aos alunos que apresentavam dificuldades, foi possível obter uma participação mais ativa. É perceptível o desenvolvimento da autonomia do aluno, quando ele é estimulado de forma devida.

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS
As experiências proporcionadas através do programa PIBID foram de suma importância, uma vez que através das vivências escolares, fizemos as reflexões sobre a docência, percebendo sua importância quanto a atuação de professores de educação física, em especial na educação infantil. Concluímos que a escola é um lugar do desenvolvimento integral da criança e neste espaço deve ser ofertado o máximo de possibilidades socioeducativas, levando em consideração o desenvolvimento individual e o coletivo.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.