Pico de Velocidade de Crescimento Como Alternativa Para Classificação Maturacional Associada Ao Desempenho Motor

Por: Dalmo Roberto Lopes Machado, Leonardo Trevizan Costa e Mariana Rotta Bonfim Bonfim.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.11 - n.1 - 2009

Send to Kindle


Resumo

A adolescência é uma fase da vida de importantes alterações físicas e maturacionais, sendo que indivíduos de mesma idade cronológica, porém mais maturados, podem apresentar vantagens esportivas em função do maior ganho de força e aumentos da massa muscular. Assim, no contexto esportivo e nas pesquisas, envolvendo crianças e adolescentes, é necessária a classificação maturacional, de forma eficiente e de fácil aplicação, auxiliando na interpretação da verdadeira relação entre a maturação e desempenho motor. Sendo assim, o objetivo do estudo foi comparar a relação entre o desempenho motor e diferentes formas de classificação da maturação biológica, envolvendo 209 rapazes de seis a 17 anos (11,59±2,57), praticantes de futebol. As variáveis antropométricas foram obtidas seguindo-se os critérios estabelecidos pela ISAK. A maturação biológica foi determinada pela idade do Pico de Velocidade de Crescimento (PVC) e pela determinação da maturação sexual (genitálias e pêlos) através da auto-avaliação. O desempenho motor foi determinado por testes de sentar-e-alcançar, salto horizontal, abdominal modificado, corrida de 50 metros e corrida/caminhada de 9/12 minutos. Os resultados indicaram evolução das variáveis analisadas à medida que os indivíduos avançavam na maturação. A análise de correlação e os valores da regressão apontaram maior consistência na utilização da classificação pelo PVC como melhor explicação para o desempenho em testes motores, segundo o status maturacional, superando os valores encontrados nas comparações por idade ou maturação sexual. Desta forma, o uso do PVC como instrumento de classificação biológica passa a ser preferencialmente recomendado para jovens com características semelhantes à amostra utilizada neste estudo.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2009v11n1p14

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.